O que você viveu ninguém rouba.
Gabriel García Márquez